Em uma recente proposta apresentada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o deputado Hassan (PP) defendeu a pesca esportiva como um vetor chave para o crescimento econômico, turístico e ambiental no estado.

A pesca esportiva, conhecida pela prática do “pesque e solte”, envolve a captura do peixe para admiração e fotografia, seguida por sua liberação de volta à natureza.

Segundo o parlamentar, essa atividade não apenas promove o turismo náutico e gera empregos, mas também desempenha um papel vital na conscientização sobre a conservação ambiental.

De acordo com Hassan, a pesca esportiva tem se expandido significativamente no Brasil, com mais de seis milhões de praticantes e uma movimentação anual de cerca de R$ 1 bilhão.

Ele ressaltou que a Bahia, que possui a maior faixa litorânea do país, é dotada de um imenso potencial para esta prática, com destaque para os municípios de Canavieiras, Ilhéus e Porto Seguro, locais tradicionais de torneios de pesca.

Hassan enfatizou que a região da Costa do Cacau, especialmente Canavieiras, é renomada por abrigar uma das maiores populações de marlim-azul, uma espécie altamente valorizada pelos entusiastas da pesca esportiva.

Além disso, a cidade de Jequié tem se destacado pela realização anual de torneios que fortalecem tanto a economia local quanto o turismo.

A proposta do deputado visa reconhecer oficialmente a pesca esportiva como uma atividade de relevante interesse econômico, turístico, cultural e esportivo para a Bahia.

Ele argumenta que esse reconhecimento é crucial para garantir a proteção e o monitoramento adequados desta prática, assegurando que ela seja realizada de forma segura e dentro dos parâmetros legais.

Hassan conclui que o projeto proposto reflete um compromisso renovado com a preservação ambiental e o desenvolvimento responsável das atividades de pesca no estado, destacando a rica biodiversidade da Bahia, que inclui várias espécies endêmicas ainda não descobertas pela ciência.

Este projeto é um exemplo notável de como as políticas podem alinhar o desenvolvimento econômico com a conservação ambiental, criando um futuro sustentável para a pesca esportiva na Bahia.

Share.

Pescador amador e entusiasta, nutre uma paixão profunda pelo Rio Araguaia, onde mantém uma residência na encantadora região de Itacaiú Britânia, em Goiás, Brasil.